quarta-feira, 28 de junho de 2017

Pe. Wilton: bodas de prata de seu sacerdócio

Pe. Wilton mora na Espanha há alguns anos, mas voltou ao Brasil, especialmente este mês, para celebrar junto aos amigos, paroquianos e do clero, seus 25 anos de sacerdócio. Neste domingo, 25 de junho 2017, presidiu a santa missa na festa de São Pedro, em Novo Triunfo.

Pe. Wilton ganhou presentinhos, um bolo especial e a maior recompensa possível: a emoção e alegria dos amigos que foram revê-lo e lotaram a igreja matriz. Em Novo Triunfo foram quase três anos como pároco, de 2009 a 2011.

“A razão que Jesus grita que não tenhamos medo é só uma: você não está só, Ele está contigo, o que eu posso dizer a vocês é que nestes vinte e cinco anos da minha vida, do meu sacerdócio eu tenho isso claro, a presença de Deus em minha vida, por isso nunca tive medo de ir aonde ele me chamou: as periferias de Paulo Afonso, a Banzaê e aqui onde começamos uma nova paróquia, e à Espanha, com outra língua que não é a minha, com uma cultura diferente e tudo isso fiz com tranquilidade, porque eu sabia que onde eu chegasse Deus já estava me esperando”, disse o Padre.

O cristão não deve ter medo de lutar: O padre contextualizando um pouco o mundo e principalmente a Europa, varada de extremistas, explicou que para essa gente, morrer é a Glória, é a certeza de chegar ao paraíso, mas que para o cristão os valores são outros, deve-se lutar pela vida:

“Nós não podemos ter medo, devemos lutar contra os poderosos, contra essa corja que hoje está por aí estampada na televisão que nós colocamos lá, porque continuamos muitas vezes traindo a nossa fé, as nossas convicções nos vendendo e nos trocando, porque o nosso Deus disse: ‘Não tenhas medo, porque eu estou com você’ e ele nos conhece até um fio de cabelo”, refletiu Pe. Wilton. Por Ivone Lima.

terça-feira, 27 de junho de 2017

Banzaê: última sessão antes do recesso (atualizada)

Os trabalhos que encerram o primeiro semestres de 2017, que marca o 1/4 da gestão do Vereador José Vanderlei como presidente, foi tranquila e bem avaliada por todos edis, que foram unânimes em dizer que o atual presidente soube conduzir muito bem a Casa Legislativa. A única matéria que gerou discussão e discordância foi uma das apresentadas pelo Poder Executivo, onde no seu assunto tratava da aquisição de R$ 30.000,00 de crédito para a Secretaria de Assistência Social, destinado à construção da sede do CRAS. Essa matéria foi aprovada por 4 a 3, mas foi questionada pelos membros da Oposição pelo fato de a maioria dos edis terem conhecimento justamente minutos antes da Sessão, onde "em um mudo que vimemos hoje, com tanta facilidade de comunicação, não era possível que, ao menos não fossem informados por meio de telefone ou Whatsapp, sobre esse assunto", disse o Vereador Ramon da Queimada que se opôs à aprovação, juntamente com os vereadores Agrício e ZÉ Peixinho (votaram "não") e o vereador Roger do Campo do Brito que se absteve do voto, todos pelo mesmo motivo. "Não é possível que até hoje nunca teve nenhum projeto com um parecer dado pelo relator das comissões sobre qualquer assunto. Todos os projetos são postos em votação e aprovados sem ter sido feita uma análise, continuou Ramon. Além dessa matéria, outras foram colocadas em votação e todas aprovadas por unanimidade: abertura de ruas, construção de esgoto e reforma do clube comunitário do Tamburil, por indicação do vereador Vanderlei; contratação de artistas da terra nas festas do município, por indicação do vereador Fernandes; a realização de exames laboratoriais no centro de saúde Banzaê, estendendo-se para os PSFs dos povoados, por indicação do vereador Adriano da Queimada Grande, um outro do Excecutivo para a isenção das taxas de IPTU igual ou inferior a R$ 15,00, alegando que isso não trará nenhum prejuízo ao Município, que beneficiará ainda mais os contribuintes (automaticamente) sem que esses precisem entrar com algum recurso para gozar de tal benefício, e a LDO (Lei de Diretrizes Orçamentária) para o exercício de 2018 (também do executivo).

Na ocasião o vereador Ramon questionou o motivo da mudança de normas com relação ao alvará que dá permissão para a colocação de barracas nas festas onde a maioria dos barraqueiros do Município não terão oportunidade ocupar esse espaço, sendo que está para uma maioria de pessoas de fora, e que essa tarefa parece ter sido ficado sob responsabilidade de outra pessoa que não faz parte do Setor de Tributos do Município, e sugeriu que os vereadores se comparecessem no dia da festa para vistoriar, e pediu que fossem mostradas provas de que esse dinheiro estaria na conta da Prefeitura. Mas segundo o vereador Fernandes, que atua no Departamento de Tributos, esclareceu que tudo está sendo feito na maior legalidade, e que se o vereador Ramon (e os demais) quisesse adiantar a fiscalização, poderia procurar o Setor de Tributação, que já teria as informações necessárias, evitando, assim, que os mesmo venham na praça da festa que provavelmente estará lotada no dia.

A maioria dos vereadores (tanto situacionista quanto oposicionistas), iniciado pelo vereador Zé Peixinho, reclamaram das péssimas condições das estradas do Município, e os oposicionistas cobraram as conclusões da BA-388, principalmente no que diz repeito às drenagens na avenida principal de Banzaê e do asfalto que passaria pela avenida da Emancipação, que segundo o vereador Adriano, não foi feito por não ter condições favoráveis do terreno, pelo fato de possuir uma certa quantidade de água, segundo lhe informou o engenheiro da obra.

quarta-feira, 21 de junho de 2017

Banzaê: Recadastramento biométrico

Na quarta-feira, 21 de junho 2017, a prefeita de Banzaê, Jailma Dantas, juntamente com a Assessora Jurídica do município, Dra. Taís Oliveira, e os vereadores Vanderlei, Fernandes, Adriano, Gilson, Ramon, Zé Peixinho e Roger se reuniram com o Juiz Eleitoral, César Augusto Carvalho, para tratar de assuntos referentes ao Recadastramento Biométrico no município.
Na reunião ficou acertado que a partir de agosto e também no mês de novembro o recadastramento será feito no próprio município de Banzaê, sendo que a prefeitura se comprometeu a oferecer, além dos servidores que já estão prestando serviços ao TRE, o transporte para que os eleitores das comunidades se desloquem até a sede do município. Nos próximos dias os membros do poder legislativo se reunirá com representantes do executivo municipal para traçar um cronograma de atendimento do eleitorado. Da SECOM PMB → Blog do Joilson Costa

Banzaê: Antecipação do dia da feira livre

Em comemoração as festejos juninos, a Prefeitura Municipal de Banzaê antecipa o dia da Feira Livre para 28 de junho (quarta-feira). Essa mudança de foi publicada no dia 19 na edição 1.025 do Diário Oficial do Município, como apresenta o Decreto nº 45/17 (imagem abaixo).

terça-feira, 20 de junho de 2017

Errata do Decreto 46/17 sobre feriado em Banzaê

Nesta segunda-feira (19), a Prefeitura Municipal de Banzaê publicou o Decreto 46/17, que determinava feriado municipal por dois dias (29 e 30 de junho) em decorrência das comemorações dos festejos de um dos seus padroeiros: São Pedro. Mas de acordo com Lei federal 9093/95, o prefeito não pode decretar feriado, isso cabe ao poder Legislativo. Assim a Prefeita publicou hoje em seu caderno de decretos, edição nº 1.026, a Errata que retifica a edição 1.025, que trata do referido Decreto, que passa de feriado para ponto facultativo. Confira na imagem abaixo.